Buscar
  • Movimenta Me

Walking Football Brasil é premiada com Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade.

Atualizado: Fev 1


A Walking Football Brasil (WFB), organização da sociedade civil responsável pelo esporte e disseminação da modalidade walking football no país, recebeu o Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade, concedido pela Prefeitura Municipal de São Paulo, na categoria Pessoas Idosas. (link do momento da premiação)


O Selo de Direitos Humanos e Diversidade reconhece as boas práticas de gestão da diversidade e promoção dos direitos humanos, realizadas por organizações do terceiro setor, empresas e organizações públicas.


Em São Paulo, 06 iniciativas promovidas por organizações sociais foram contempladas nesta categoria (pessoas idosas), dentre elas a prática de walking football e projetos inclusivos, promovidos pela Walking Football Brasil.


A cerimônia de reconhecimento das iniciativas da terceira edição do Selo, ocorreu no último dia 04/12/2020, durante live realizada nas redes sociais da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, com a participação da secretária esse ano deverá ocorrer em formato online, diferente de anos anteriores, mas já está prevista para dezembro de 2020.

Walking football é uma modalidade de futebol inclusivo e adaptado, voltado para o público 60+, onde uma das principais características do esporte é prática do futebol caminhando, com regras que diminuem os impactos e lesões comuns ao esporte, tornando-o inclusivo e contribuindo para uma longevidade ativa e bem-estar de seus participantes. O esporte nasceu na Inglaterra e é representado pela WFB em nosso país.


Para Ricardo Leme, um dos fundadores e diretor executivo da WFB, o reconhecimento do Selo marca um importante momento da organização, o de proporcionar a democratização inclusiva do esporte “Desde a nossa fundação, nosso propósito é levar experiências positivas aos maduros no Brasil por meio da prática da walking football e seus projetos educacionais e socioculturais. Vivemos no país do futebol e precisamos fortalecer e democratizar essa modalidade, tornando possível a valorização da diversidade, a conscientização sobre o idadismo e a participação de todos os gêneros no esporte. É preciso proporcionar às pessoas, a oportunidade de conhecer a modalidade e nossos projetos, tendo uma experiência inclusiva, divertida e saudável”.


Pessoas 60+ no Brasil

O Brasil já ultrapassa 34 milhões de pessoas com 60 anos ou mais, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e estima-se que em 2050 o país supere a marca de 67 milhões de pessoas 60+, conforme projeções do Portal de Dados do Envelhecimento da OMS - World Helth Organization.


Pensar ações que contemplem a multiplicidade das pessoas maduras e que fortaleçam experiências para bem-estar e qualidade de vida é o grande desafio da sociedade contemporânea. Em um país como o Brasil, com ampla diversidade sociocultural e desigualdades expostas, é preciso olhar de forma heterogênea para essas iniciativas, assim como ressignificar a velhice, abrindo espaço para a valorização das pessoas 60+.


A Walking Football Brasil além de seguir os parâmetros internacionais, a quem responde em termos de protocolos para o desenvolvimento da modalidade e responsável pela certificação de profissionais, adotou metodologia própria baseada no estudo amplo de contexto e análise socioeconômica e cultural dos brasileiros maduros.


Disseminação do esporte e atuação durante a pandemia

A WFB trouxe a modalidade da Inglaterra e responde por sua introdução no país, atuando na formação e certificação de profissionais e espaços onde a prática é realizada, levando sua metodologia junto aos diversos espaços que atuam com a população longeva no Brasil, sejam eles, Núcleos de Convivência do Idoso, Organizações Sociais e Esportivas, Clubes entre outros.


Em 2020, em meio à pandemia, a organização vem promovendo atividades e experiências no formato remoto, contribuindo para que idosos se mantivessem ativos, ainda que diante do cenário de isolamento social.


Nesse contexto, criou a campanha Movimenta.Me em março de 2020, logo no início da pandemia, levando exercícios físicos e palestras de conscientização, promovidas por especialistas no tema e profissionais de educação física parceiros da organização.

Com curadoria especializada realizada pelo professor Demerval Souza, gestor técnico da organização, as atividades sugerem aos idosos movimentar-se para uma experiência de longevidade ativa.



Sobre o Walking Football Brasil

A WFB é uma organização da sociedade civil (OSC) responsável por trazer ao Brasil a modalidade esportiva Walking Football, com foco na prática do futebol voltada ao público 60+, disseminando e organizando o esporte no país. Atua diretamente com a população sênior no Brasil levando experiências para uma longevidade ativa. Promove a democratização da modalidade e a sua contribuição para o bem-estar e transformação social. Para mais informações, acesse: http://walkingfootballbrasil.org.br/

Siga os nossos perfis nas redes sociais: https://www.facebook.com/walkingfootballbrasil e no Instagram @walkingfootballbr


Sobre a modalidade Walking Football

É uma modalidade de futebol onde é proibido correr e o contato físico é reduzido, tornando o esporte mais inclusivo e acessível. Surgiu no Reino Unido para engajar a população acima de 50/60 anos, atuando como importante política pública, aumentando significativamente os níveis de bem-estar físico e emocional de seus participantes.


Quer conhecer mais:

Walking Football Brasil – Comunicação | imprensa@wfb.org.br | (11) 98443-5042


http://walkingfootballbrasil.org.br

https://movimenta.me

https://youtube.com/walkingfootballbrasil

https://instagram/walkingfootballbr

https://facebook.com/walkingfootballbrasil


#walkingfootballbrasil #walkingfootballbr #esporteinclusivo #idosos #selodireitoshumanosediversidade #longevidadeativa #saude #futebolinclusivo #movimentame